Manacá

Da flor desse manacá, iá/Da flor desse manacá, iá/Nascida roxa feita a terra/Morrida branca de tão casta/Vem, doce perfume das estrelas a chegar/Se mata a sede de voar com pés no chão/As pétalas, folhas pros sentidos adornar/Veneno que pode temperar uma paixão/E em noite que o luar não vem/Fogueira faz iluminar/De longe vem gente pra ver/Ele voltar, desencantar

Poste um Comentário

Seu email não será publicado ou compartilhado. Campos Obrigatórios *

*
*