O Rappa – ao vivo

Moço, peço licença/ Eu sou novo aqui/ Não tenho trabalho, nem passe, eu sou novo aqui/ Não tenho trabalho, nem classe, eu sou novo aqui/ Eu tenho fé/ Que um dia vai ouvir falar de um cara que era só um Zé/ Não é noticiário de jornal, não é/ Não é noticiário de jornal, não é/ Sou quase um cara/ Não tenho cor, nem padrinho/ Nasci no mundo, sou sozinho/ Não tenho pressa, não tenho plano, não tenho dono.

Um Comentário

  • 1 cris

    Postado Aug 23. 2010 s 22:54
    Permalink

    Parabéns! ficou superbacana!

Poste um Comentário

Seu email não será publicado ou compartilhado. Campos Obrigatórios *

*
*