Luciana Mello

“Olhe lá fora/ Veja o dia/ Está nascendo/ Algo maior// Olho pra dentro/ Sei que você vê/ Cuidado/ Olhe pro lado/ Nem todos podem/ Ficar sabendo// Olho pra frente/ Não me arrependo/ Não vou perder/ A chance de viver essa paixão// Olha pra mim/ Quero crer que é você/ Bocas têm o beijo bom assim/ Ou então… feche os olhos// Não vou perder você”

We are Bahia

Coletânea lançada pela Universal Music, apresentando grandes sucessos dos maiores nomes da axé music: Chiclete com Banana, Armandinho, Dodô e Osmar, Gerônimo, Zé Paulo, Luiz Caldas, Sara Jane, Asa de Águia, Banda Mel, Cheiro de Amor, Moraes Moreira, Banda Beijo, Netinho, Cheiro de Amor, Moraes Moreira, Daniela Mercury, Banda Reflexus, Tomalira, Avatar, Banda Eva, Margareth Menezes, Banda Laranja Mecânica, Timbalada, Edson Gomes e Frutos Tropicais.

Paula Lima

“É que eu fui dançar/ E você não veio/ O baile estava cheio/ E eu não vi você chegar/ Tentei te avisar/ O que aconteceu/ Eu quero te mostrar/ O baile que você perdeu// DJ botava o som/Ai, que groove bom/ A mulherada pirava no pancadão/ E na semana que vem/ Eu vou levar você/ Tenho certeza, meu bem/ Que você vai adorar conhecer// Gafieira S.A.” (Seu Jorge)

Dori Caymmi

“Ponta de Areia, ponto final/ Da Bahia-Minas, estrada natural/ Que ligava Minas ao porto, ao mar/ Caminho de ferro, mandaram arrancar/ Velho maquinista com seu boné/ Lembra o povo alegre que vinha cortejar// Maria-fumaça não canta mais/ Pra moças flores, janelas e quintais/ Na praça vazia, um grito, ai/ Casas esquecidas, viúvas nos portais” (Milton Nascimento – Fernando Brant, 1979)

Gurus

“Olhando alguns versos/ eu tento encontrar/ um caminho, uma verdade,/ aqui nessa cidade/ ou em qualquer lugar// caminho num segundo,/ até o fim do mundo,/ tentando encontrar/ o mar é só saudade,/ em plena tempestade/ te vejo mergulhar/ nas ondas de saudades,/ que não param de quebrar/ fugindo das verdades/ que não param de chegar// distante do silêncio/ não da pra escutar/ quem fala a verdade e diz que tem saudade/ e vai se aventurar”

Dorival Caymmi

“Ai, ai que saudade eu tenho da Bahia/ Ai, se eu escutasse o que mamãe dizia/ ‘Bem, não vá deixar a sua mãe aflita/ A gente faz o que o coração dita/ Mas esse mundo é feito de maldade e ilusão’/ Ai, se eu escutasse hoje não sofria/ Ai, esta saudade dentro do meu peito/ Ai, se ter saudade é ter algum defeito/ Eu pelo menos, mereço o direito/ De ter alguém com quem eu possa me confessar/ Ponha-se no meu lugar/ E veja como sofre um homem infeliz/ Que teve que desabafar/ Dizendo a todo mundo o que ninguém diz/ Vejam que situação/ E vejam como sofre um pobre coração/ Pobre de quem acredita/ Na glória e no dinheiro para ser feliz”

Get Up Hip Hop

Coletânea lançada pela Uneversal Music, apresentando os maiores nomes do hip hop: Cam’ron, Juelz Santana, Mr. Cheeks, Method Man, Mary J. Blige, Ja Rule, Ashanti, Nelly, Dani Stevenson, DMX, Buba Sparxxx, D-12, Jill Scott, Common, Bilal Oliver e Avant.

Coquetel Diamante

“Voa minha ave/ Voa sem parar/ Viaja pra longe/ Te encontrarei/ Em algum lugar/ Permaneço em ti/ Como sempre fui/ Mais perfeito e mais fiel/ Mesmo sozinho sei que estás perto de mim/ Quando triste olho pro céu// Quando eu te vi, o sonho aconteceu/ Quando eu te vi, meu mundo amanheceu/ Mas você partiu sem mim/ E sei que estás em algum jardim/ Entre as flores// Anjo meu tão amado anjo/ Bem sei que estás/ E eu do brando sono hei de acordar/ Para os teus olhos ver uma vez mais/ O verdadeiro amor espera uma vez mais”

SNZ

“Quando te encontrei foi amor, no primeiro olhar/ Foi como voar sobre o mar, nas nuvens descansar/ Toda eternidade que senti ao te abraçar/ Mudou a minha vida como um breve despertar/ Tanto tempo já se passou, eu nunca te esqueci/ Quis até ligar e te ver, mas não consegui/ Em todas as lembranças que restaram de você/ Não perco a esperança de um dia te dizer// Se eu pudesse, se eu pudesse te encontrar/ Se eu pudesse, se eu pudesse não me emocionar/ Se eu pudesse, se eu pudesse estar errada/ Em dizer que sou apaixonada”

Glad

“Faço qualquer coisa por fazer quase tudo/ Faço tanto e não é tudo, um canto qualquer/ No entanto é aquilo que a gente quer/ Quero as coisas como elas são/ Tudo ao modo certo/ Acreditar no que vem depois / Quero o sono tendo sonho o real e o abstrato/ Tudo em volta e até o que está claro sem querer/ Raro, sem querer/ Quero um pouco, peço meio/ O quase tudo por inteiro/ Quero a sorte, vem o medo/ Vem o medo, quero a sorte/ Por inteiro e o quase tudo/ Peço o meio, pouco quero/ Faço tanto e não é tudo, um canto qualquer/ No entanto é aquilo que a gente quer…”

Revista Geração

Revista mensal de música e comportamento lançada em 2000. A partir de julho de 2002, passou a ser vendida como parte integrante do Jornal do Brasil.

Jorge Ben

“Por causa de você bate em meu peito/ Baixinho, quase calado/ Coração apaixonado por você// Menina… Menina que não sabe quem eu sou/ Menina que não conhece o meu amor// Pois você passa e não me olha/ Mas eu olho pra você// Você não me diz nada/ Mas eu digo pra você// Você por mim não chora/ Mas eu choro por você// Pois você passa e não me olha/ Mas eu olho pra você// Você não me diz nada/ Mas eu digo pra você// Você por mim não chora/ Mas eu choro por você”

Cogumelo Plutão

“Quando me perdi/ Você apareceu/ Me fazendo rir/Do que aconteceu/ E de medo olhei/ Tudo ao meu redor/ Só assim enxerguei/ Que agora estou melhor/ Você é a escada na minha subida/ Você é o amor da minha vida/ É o meu abrir de olhos no amanhecer/ A verdade que me leva a viver/ Você é a espera na janela/ A ave que vem de longe, tão bela/ A esperança que arde em calor/ Você é a tradução do que é o amor/ E a dor saiu/ Foi você quem me curou/ Quando o mal partiu/ Vi que algo em mim mudou/ No momento em que quis ficar junto de ti/ E agora sou feliz pois lhe tenho bem aqui”