Enciclopédia da brasilidade

“Todo brasileiro é um mestiço, quando não no sangue, nas idéias.” (Silvio Romero)
“Não é a bola alguma carta/ que se levar de casa em casa:// É antes telegrama que vai/ de onde o atiram ao onde cai.// Parado, o brasileiro a faz/ ir onde há-de, sem leva e traz;// com aritméticas de circo/ ele a faz ir onde é preciso;// em telegrama, que é sem tempo/ ele a faz ir ao mais extremo.// Não corre: ele sabe que a bola,/ telegrama, mais corre que voa.”

Latin American Graphic Design

“Em um cartaz ou numa capa de revista pode estar resumida toda uma época e isso apenas por meio de traços e cores. É possível perceber, no trabalho de artistas gráficos, o que está na moda, o que assusta a sociedade, o que provoca o riso das pessoas, com que tipo de coisa se encantam ou se emocionam. Talvez por isso possamos chamar o livro Latin american graphic design, (Taschen) de um documento. A obra é resultado de quatro anos de pesquisa do designer Felipe Taborda e do editor Julius Wiedemann, que percorreram a América Latina numa verdadeira “operação pente-fino” em busca dos melhores designers de 1960 para cá. [...] O resultado é, também, uma viagem: enquanto a arte evolui, a criatividade explode e o mundo se reinventa.” (Elaine Lobato, Isto É)

Clique aqui para consultar o livro integralmente.

Pedra e luz

“Toda a paisagem se apresenta de início como uma imensa desordem que nos deixa livres para escolhermos o sentido que preferimos lhe atribuir.”
(CLAUDE LEVI-STRAUSS, Tristes trópicos)

“Bom Jesus da Lapa é uma terra de luz, o que fez dela um destino de romaria. É uma luz que cega, na terra branca da caatinga, sertão sem fim, onde o sol é senhor de janeiro a janeiro. Mas ali a luz é mais forte ainda, ilumina as pessoas por dentro, porque vem de dentro da terra, de dentro da pedra, de dentro de quem viu primeiro[...].”

Rita Lee ao vivo

“Levava uma vida sossegada/ Gostava de sombra e água fresca/ Meu Deus, quanto tempo eu passei sem saber?/ Foi quando meu pai/ Me disse:/ ‘Filha, você é a Ovelha Negra/ Da família/ Agora é hora de você assumir/ E sumir!’/ Baby Baby/ Não adianta chamar/ Quando alguém está perdido/ Procurando se encontrar/ Baby Baby/ Não vale a pena esperar, oh não!/ Tire isso da cabeça/ Ponha o resto no lugar”

Alex Ross

“Em O resto é ruído, Alex Ross, crítico de música da revista The New Yorker, tece uma trama na qual a história e a música do século XX se entrelaçam, mostrando ligações reveladoras entre os compositores mais influentes do período e a cultura de modo mais amplo. É uma história surpreendente de um século traduzido através de sua música.”

motion design

Retina é uma parte do olho responsável pela formação de imagens, ou seja, pelo sentido da visão. É como uma tela onde se projetam as imagens: retém as imagens e as traduz para o cérebro através de impulsos elétricos enviados pelo nervo óptico.

Minimundo

“Para o oceano,/ o pingo é gota.// Para a formiga,/ dilúvio…// Para a rosa,/ qualquer pétala,// um beijo.” “Retrato preto e branco./ Espelho de mim mesmo./ Sombra./ Quem me acompanha/ Nunca me deixa só.”

Os 13 porquês

“I’ve always loved covers that prominently display a single object!” Jay Asher (link)

Haruki Murakami

Entre rinhas de cachorros…

“Edgar Wilson abre o porco do focinho até o rabo e retira seus órgãos e tripas. Era mesmo uma maravilha olhar para aquele interior. Uma barriga recheada e que valeria alguns bons reais. Mas se queixa silencioso do quanto vale o trabalho de um homem. A barriga daquele porco é praticamente o seu salário, mas em seguida contenta-se, porque sua vida é mesmo boa.”

O clube do filme

Hi Christiano, “I just wanted to write you a note to thank you for the exquisite job you did on my book. The cover is so tasteful, elegant; it has mystery and lure. I’ve been translated into a bunch of languages but this is one of the most beautiful jobs I’ve ever encountered. Thank you for your good taste and care in the production of a book that has become very important to me. Please also pass on my best wishes to all your staff who worked on O Club do Filmo. Best wishes” David Gilmour

Salve São Jorge 23

Exposição coletiva, Espaço Imaginário no Lapa Café, 2009: “Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.// Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.” curadoria: Raimundo Rodriguez, participantes: Amir Soares, Alê Souto, Begué, Bia Araujo, Clarissa Camplelo, Cláudio Cambra, Christiano Menezes, Deborah Badauee, Deneir, Distraídos Venceremos, Fiuza, Guilherme Maia, Hélio Branco, Jorge Duarte, Júlio Sekiguchi, Karla Koehle, Lin Lima, Lucene Maria, Louise D. D., Maria Beatriz Machado, Mirela Luz, Nelson Ricardo, Raimundo Rodriguez, Roberto Tavares, Roberto Precioso, Short, Vitória de Azevedo

Uma crença silenciosa em Anjos

Aproveito um instante para recordar toda a minha vida, e tento vê-la pelo que foi. Em meio à loucura que encontrei, à correria e ao choque, e à brutalidade das colisões da humanidade que presenciei, houve momentos. Amor. Paixão. Promessa. A esperança de algo melhor. Isso tudo. Mas defronto com uma visão, e para onde quer que me volte agora, tenho essa visão. Eu era o “Apanhador” de Salinger, ali parado à beira de um campo alto de centeio, consciente da algazarra de crianças que eu não via brincando entre as ondulações e o balanço da cor, ouvindo suas risadas no pega-pega, suas brincadeiras — sua infância, digamos —, e prestando atenção à hora em que poderiam chegar muito perto do limite do campo.

Welcome Back Fifa Worldcup 2014

O lendário Maracanã, o Templo Mundial do Futebol, está sendo preparado para ser o palco da grande final da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. O planeta vai assistir a uma celebração que reúne a cultura da cidade, o amor ao futebol e o orgulho de receber o maior evento do mundo.