Arquivo Casa da Palavra

Rio Botequim 2011

 

Leia Mais…

André Diniz

Leia Mais…

Grafite Futebol Arte

A editora Casa da Palavra e o estúdio de design RETINA78 darão um presente à cidade do Rio, bem em clima de Copa do Mundo. GRAFITE FUTEBOL ARTE – UMA SELEÇÃO DE TODOS OS TEMPOS une a arte do grafite à maior paixão nacional.

Leia Mais…

Canções do Rio

É o Rio na música, a música do Rio, a sonoridade da alma carioca em alguns dos vários gêneros da música popular brasileira. Organizado por Marcelo Moutinho os textos de João Máximo, Nei Lopes, Sérgio Cabral, Ruy Castro, Hugo Sukman e Silvio Essinger

Leia Mais…

Rio Botequim 2010

ÍCONE DA BOEMIA CARIOCA – “Que atire a primeira pedra aquele que não tem um botequim de coração. Muito provavelmente, até os não adeptos de um bom agito são capazes de arriscar um palpite para indicar um estabelecimento simpático, ideal para reunir amigos. Que dirá os apreciadores dos petiscos e do chope. Botequim no Rio […]

Leia Mais…

Enciclopédia da brasilidade

“Todo brasileiro é um mestiço, quando não no sangue, nas idéias.” (Silvio Romero) “Não é a bola alguma carta/ que se levar de casa em casa:// É antes telegrama que vai/ de onde o atiram ao onde cai.// Parado, o brasileiro a faz/ ir onde há-de, sem leva e traz;// com aritméticas de circo/ ele […]

Leia Mais…

Rio Botequim

OS MELHORES PETISCOS E COMIDAS DE BAR – “Embora servindo comida geralmente sem muita sofisticação, os botecos podem apresentar uma culinária de qualidade, muitas vezes com aquele gostinho de comida caseira. Nesses locais, não brilham os chefs de cuisine: os responsáveis são simples cozinheiros, geralmente anônimos.”

Leia Mais…

Rio Bossa Nova

“O irônico é que Tom Jobim, famoso por seu medo de avião [...], acabasse por batizar um aeroporto. Mas quem o mandou escrever ‘Samba do avião’, com os versos ‘Rio de sol, Céu de mar/ Dentro de mais um minuto/ Estaremos no Galeão’? Muitos vôos nacionais e todos os internacionais chegam ao Rio pelo Galeão, […]

Leia Mais…

Capitu

“O ciúme forma com a inveja um par de emoções. São primos-irmãos, que caminham juntos no funcionamento e no desenvolvimento da personalidade. O ciúme normal é o guardião do amor, que nos avisa quando esse tesouro está sendo cobiçado. A inveja é o desejo de possuir o que é do outro. Se um objeto é […]

Leia Mais…

Joca Terron

SONHO INTERROMPIDO POR GUILHOTINA – “Submeter a vida aos distúrbios do sono de um deus que todavia não criou o mundo e está apenas sonhando-o, afogado na letargia da má digestão noturna. Um despertar repentino e todas as nuances do mundo sonhado se esvaem em confusões e duplos sentidos. Como dar continuidade à existência, se […]

Leia Mais…

Chico Buarque

CIDADE SUBMERSA – “O ônibus sacudia alegremente pela avenida Rodrigues Alves, as crianças contando alto cada marco da chegada. Armazém 13, Armazém 12, Armazém 11… Para trás ficava a cidade cinzenta, sem mar, dos uniformes escolares e do batente cotidiano. Ali na frente, a poucos minutos, a porta de entrada para o paraíso – a […]

Leia Mais…

Beatriz Resende

CONTEMPORÂNEOS – “É o presente, no entanto, que me fascina neste início de século. Por vezes assusta, mas seduz sempre. Há, porém, ao escrever – e não apenas viver – o presente algumas inseguranças insuportáveis. Uma espécie de sensação de nudez sob ventos e olhares que podem vir de direções diversas.”

Leia Mais…

Geografia carioca do samba

“Com texto ilustrado por imagens históricas e pelo ensaio fotográfico de Bruno Veiga, Geografia carioca do samba traça a geografia musical do Rio de Janeiro, mostrando a relação fundamental entre personagens e lugares que fizeram e fazem a história do nosso samba. O livro acompanha a trajetória do gênero desde o início do século XX […]

Leia Mais…

Almanaque da Rádio Nacional

“Naquele tempo, todos os lares tinham, pelo menos, um aparelho de rádio, estrategicamente visível e impoluto sobre o móvel mais importante da sala. Era, na verdade, uma espécie de altar: a caixa de madeira falante ficava quase sempre no centro, como uma imagem a ser cultuada por todos da família. Ao lado do aparelho, tanto […]

Leia Mais…

David Toscana

SANTA MARIA DO CIRCO – “Precisaram de pouco menos de seis horas para levantar a lona, incluindo o ritual de colocar a bandeirola do Mantecón Irmãos no mastro e aplaudir quando o trabalho se deu por terminado. Aqueles que foram embora com dom Ernesto sentiam vontade de ficar e os de dom Alejo queriam partir […]

Leia Mais…

Humanomar

“Você trabalha com um barco a motor, mas você puxa a rede com a mão, você traz o peixe para cima com a sua própria força. Por isso a pesca é chamada artesanal.” “A gente tira o nosso sustento do mar, com suor, com sacrifício, mas é com orgulho que eu digo: eu sustento a […]

Leia Mais…